fbpx Skip to content

Como é formada a chave de acesso da Nota Fiscal

Você já teve curiosidade em saber como é formada a chave de acesso de uma Nota Fiscal Eletrônica? Então continue lendo que preparamos um material super completo para você!

A Nota Fiscal chegou para ajudar empresas de todos os tamanhos e emitir um Nota Fiscal Eletrônica já é algo rotineiro para quem trabalha com transações de vendas de produtos e serviços.

Um dos componentes mais importantes em qualquer Documentos Fiscal Eletrônico (NF-e, NFC-e, CT-e e MDF-e) é a Chave de Acesso.

A Chave de Acesso da Nota Fiscal

A chave de acesso é única para cada documento emitido. Seja a NF-e, NFC-e, CT-e e MDF-e, a chave de acesso sempre vai ser composta por uma sequencia de 44 números. Esses números estão divididos em grupos, e cada grupo representa uma informação diferente:

  • cUF – Código da UF do emitente do Documento Fiscal;
  • AAMM – Ano e Mês de emissão da NF-e;
  • CNPJ – CNPJ do emitente;
  • mod – Modelo do Documento Fiscal;
  • serie – Série do Documento Fiscal;
  • nNF – Número da NF-e ou NFC-e; ou  nCT – Número do CT-e; ou nMDFe – Número do MDF-e;
  • tpEmis – Forma de emissão da NF-e;
  • cNF – Código Numérico que compõe a Chave de Acesso;
  • cDV – Dígito Verificador da Chave de Acesso.

Em primeiro lugar precisamos entender onde está cada informação na chave de acesso. Por isso, na imagem abaixo podemos ver a quantidade de caracteres que cada grupo dispõe na chave de acesso:

composição da chave de acesso

Exemplificando a Chave de Acesso

Em seguida, só para ilustrar e te ajudar a entender melhor o funcionamento da estrutura da chave de acesso, vamos usar a seguinte chave de acesso como exemplo: 13181017921427000125650010000000309887251170

De forma mais visual, vamos quebrar essa chave de acesso, ficando assim:

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Código da UF

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Nos dois primeiros dígitos temos o Código da UF do emissor. Na chave utilizada, vemos a nota foi emitida no estado do Amazonas (13), conforme os códigos das UFs definidos pelo IBGE:

AAMM (Ano e Mês) da Emissão

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Os próximos 4 dígitos são referentes ao AAMMO (ano e mês) do documento, ou seja, este documento fiscal foi emitido em 2018, no mês de outubro (10).

CNPJ do Emitente

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Os 14 dígitos seguintes são o CNPJ do emissor da nota, já que no exemplo utilizado foi uma nota emitida em homologação, o CNPJ é o da própria Invoisys Sistemas.

Modelo

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

O modelo da nota fiscal conta com dois dígitos, como podemos pelo numero 65, esta chave pertence a uma NFC-e modelo 65. Os demais modelos de Notas Fiscais são: NF-e modelo 55, CT-e modelo 57, e por fim o MDF-e modelo 25.

Série

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

A serie da nota a numeração da série poderá ser de 001 a 899. O uso de algarismo zero no campo da série da NFC-e indica que não há série utilizada.

Número da NF-e

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

A numeração sequencial da série da nota; pode ser usado de 1 à 999.999.999 para cada serie usada.

Forma de Emissão

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

É o tipo de emissão da nota; neste exemplo foi usado o tipo 9 para NFC-e, significando que foi emitida em contingência off-line.

Você pode conhecer melhor as diferentes formas de emissão em “Formas de Emissões” no tópico que vem logo a seguir.

Código Numérico

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Código numérico que compõe a chave de acesso é o número aleatório gerado pelo emitente para cada nota fiscal, para evitar acessos indevidos da nota fiscal.

DV – Dígito Verificador

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

O último número é o dígito verificador da chave de acesso da Nota Fiscal. Contudo, precisamos realizar um cálculo para encontrá-lo.

Para conhecer como funciona esse cálculo bem como sua finalidade, você pode ler os detalhes no tópico “Cálculo do Dígito Verificador”.

Formas de Emissões

As formas de emissões ou tipos de emissões poderão variar de acordo com o tipo de Nota Fiscal que você emitir, abaixo temos uma lista dos tipos de emissão para NF-e:

Cálculo do Dígito Verificador

Para calcular o DV de uma nota, vamos utilizar todos os outros 43 primeiros caracteres, ou seja, usaremos os campos: Código da UF + Data da emissão + CNPJ do Emitente + Modelo + Série + Número da NFe + Código Numérico, desta maneira temos: 

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117

O cálculo do DV é feito através do módulo 11 destes 43 primeiros algarismos da chave, é calculado multiplicando-se cada algarismo pela sequência de multiplicadores 2,3,4,5,6,7,8,9,2,3, …, posicionados da direita para a esquerda.

Por fim, realizamos a soma de todos os números e dividimos o total da soma por 11. O DV (dígito verificador) será a diferença entre o divisor (11) e o resto da divisão:

DV = 11 – (resto da divisão)

Quando o resto da divisão for 0 (zero) ou 1 (um), o DV deverá ser igual a 0 (zero).

Somatória das ponderações = 693.

Dividindo a somatória das ponderações por 11 teremos: “693 /11 = 63 restando 0”. Como o resto da divisão foi igual a zero, não há a necessidade de fazer o cálculo “DV = 11 – (resto da divisão)”, pois, é aplicada a regra descrita acima.

Neste caso o DV da chave de acesso da NFC-e é igual a “0”, valor este que deverá compor a chave de acesso totalizando a  sequência de 44 caracteres.

Fonte: Manual de Orientação do Contribuinte v 6.00

Posts recomendados

Nenhum comentário. Venha iniciar um bate papo aqui em baixo!


Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *