fbpx
Como é formada a Chave de Acesso da Nota Fiscal

Como é formada a chave de acesso da Nota Fiscal

Você já teve curiosidade em saber como é formada a chave de acesso de uma Nota Fiscal Eletrônica? Então continue lendo que preparamos um material super completo para você!

A Nota Fiscal chegou para ajudar empresas de todos os tamanhos e emitir um Nota Fiscal Eletrônica já é algo rotineiro para quem trabalha com transações de vendas de produtos e serviços.

Um dos componentes mais importantes em qualquer Documentos Fiscal Eletrônico (NF-e, NFC-e, CT-e e MDF-e) é a Chave de Acesso.

A Chave de Acesso da Nota Fiscal

A chave de acesso é única para cada documento emitido. Seja a NF-e, NFC-e, CT-e e MDF-e, a chave de acesso sempre vai ser composta por uma sequencia de 44 números. Esses números estão divididos em grupos, e cada grupo representa uma informação diferente:

  • cUF – Código da UF do emitente do Documento Fiscal;
  • AAMM – Ano e Mês de emissão da NF-e;
  • CNPJ – CNPJ do emitente;
  • mod – Modelo do Documento Fiscal;
  • serie – Série do Documento Fiscal;
  • nNF – Número da NF-e ou NFC-e; ou  nCT – Número do CT-e; ou nMDFe – Número do MDF-e;
  • tpEmis – Forma de emissão da NF-e;
  • cNF – Código Numérico que compõe a Chave de Acesso;
  • cDV – Dígito Verificador da Chave de Acesso.

Em primeiro lugar precisamos entender onde está cada informação na chave de acesso. Por isso, na imagem abaixo podemos ver a quantidade de caracteres que cada grupo dispõe na chave de acesso:

composição da chave de acesso

Exemplificando a Chave de Acesso

Em seguida, só para ilustrar e te ajudar a entender melhor o funcionamento da estrutura da chave de acesso, vamos usar a seguinte chave de acesso como exemplo: 13181017921427000125650010000000309887251170

De forma mais visual, vamos quebrar essa chave de acesso, ficando assim:

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Código da UF

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Nos dois primeiros dígitos temos o Código da UF do emissor. Na chave utilizada, vemos a nota foi emitida no estado do Amazonas (13), conforme os códigos das UFs definidos pelo IBGE:

AAMM (Ano e Mês) da Emissão

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Os próximos 4 dígitos são referentes ao AAMMO (ano e mês) do documento, ou seja, este documento fiscal foi emitido em 2018, no mês de outubro (10).

CNPJ do Emitente

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Os 14 dígitos seguintes são o CNPJ do emissor da nota, já que no exemplo utilizado foi uma nota emitida em homologação, o CNPJ é o da própria Invoisys Sistemas.

Modelo

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

O modelo da nota fiscal conta com dois dígitos, como podemos pelo numero 65, esta chave pertence a uma NFC-e modelo 65. Os demais modelos de Notas Fiscais são: NF-e modelo 55, CT-e modelo 57, e por fim o MDF-e modelo 25.

Série

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

A serie da nota a numeração da série poderá ser de 001 a 899. O uso de algarismo zero no campo da série da NFC-e indica que não há série utilizada.

Número da NF-e

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

A numeração sequencial da série da nota; pode ser usado de 1 à 999.999.999 para cada serie usada.

Forma de Emissão

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

É o tipo de emissão da nota; neste exemplo foi usado o tipo 9 para NFC-e, significando que foi emitida em contingência off-line.

Você pode conhecer melhor as diferentes formas de emissão em “Formas de Emissões” no tópico que vem logo a seguir.

Código Numérico

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

Código numérico que compõe a chave de acesso é o número aleatório gerado pelo emitente para cada nota fiscal, para evitar acessos indevidos da nota fiscal.

DV – Dígito Verificador

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117-0

O último número é o dígito verificador da chave de acesso da Nota Fiscal. Contudo, precisamos realizar um cálculo para encontrá-lo.

Para conhecer como funciona esse cálculo bem como sua finalidade, você pode ler os detalhes no tópico “Cálculo do Dígito Verificador”.

Gostando do nosso conteúdo?
Aproveite e assine nossa newsletter!💚

Formas de Emissões

As formas de emissões ou tipos de emissões poderão variar de acordo com o tipo de Nota Fiscal que você emitir, abaixo temos uma lista dos tipos de emissão para NF-e:

Cálculo do Dígito Verificador

Para calcular o DV de uma nota, vamos utilizar todos os outros 43 primeiros caracteres, ou seja, usaremos os campos: Código da UF + Data da emissão + CNPJ do Emitente + Modelo + Série + Número da NFe + Código Numérico, desta maneira temos: 

13-1810-17921427000125-65-001-000000030-9-88725117

O cálculo do DV é feito através do módulo 11 destes 43 primeiros algarismos da chave, é calculado multiplicando-se cada algarismo pela sequência de multiplicadores 2,3,4,5,6,7,8,9,2,3, …, posicionados da direita para a esquerda.

Por fim, realizamos a soma de todos os números e dividimos o total da soma por 11. O DV (dígito verificador) será a diferença entre o divisor (11) e o resto da divisão:

DV = 11 – (resto da divisão)

Quando o resto da divisão for 0 (zero) ou 1 (um), o DV deverá ser igual a 0 (zero).

Somatória das ponderações = 693.

Dividindo a somatória das ponderações por 11 teremos: “693 /11 = 63 restando 0”. Como o resto da divisão foi igual a zero, não há a necessidade de fazer o cálculo “DV = 11 – (resto da divisão)”, pois, é aplicada a regra descrita acima.

Neste caso o DV da chave de acesso da NFC-e é igual a “0”, valor este que deverá compor a chave de acesso totalizando a  sequência de 44 caracteres.

Fonte: Manual de Orientação do Contribuinte v 6.00

Deixe seu comentário